O processo de socialização

Desde o nascimento, o ser humano é exposto a vários aspectos culturais que influenciam a sociabilidade de uma criança. Com o passar dos anos, as suas experiências vividas, as relações sociais com outras pessoas de idades diferentes e que vivem um outro modo de vida, faz com que a criança desenvolva sua personalidade e molda seu comportamento social.

Para que esse processo de socialização seja desenvolvido de forma natural e saudável, é primordial o acompanhamento familiar de forma a acompanhar o processo evolutivo e orientar ao boas e más influências na criação de novos hábitos.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Se tratando de processo evolutivo, que se estenderá no decorrer dos anos, a infância tem um papel fundamental no desenvolvimento social. Porém, no nosso cotidiano, há diversos fatores tecnológicos que influenciam na formação social, e o acompanhamento dos pais se torna fundamental para a socialização infantil.

Influência social

Diversos fatores influenciam e ajudam a formar nossa identidade cultural perante a sociedade, como, por exemplo, a cidade em que vive, os parentes próximos, os colegas de escola e o modo de entretenimento.

Com isso, a interação com outras crianças auxilia no desenvolvimento social. Outras vantagens desse convívio são o aprimoramento da comunicação, o raciocínio lógico, a coordenação motora e a solidariedade.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Relação familiar

Além do convívio com outras crianças, a relação familiar é fundamental para a criança. É neste convívio que os valores, as crenças e os entendimentos mundanos são desenvolvidos.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

As interações sociais cooperativas e construtivas buscam auxiliar no aprendizado de habilidades e conteúdo, bem como ferramentas de desenvolvimento moral.

De acordo com Veloso, Hildebrand e Camponar (2012) existem duas formas de influenciar, diretamente ou indiretamente. A primeira é “por meio da comunicação, quando os pais conversam com as crianças e passam ensinamento ou conversam sobre algum tema relevante no processo de socialização”.

E o processo indireto é por meio da observação, no qual as crianças observam o comportamento daqueles que lhes servem como modelo.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

A importância de brincar

Para pensadores como Vygotsky e Piaget, o ato de brincar auxilia no desenvolvimento de diversas habilidades e a sociabilidade é uma delas. É na brincadeira que elas tomam as decisões por conta própria, exploram um mundo novo, e têm seus sentimentos aflorados na pele.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Assim, a simples brincadeira se torna um momento de divertimento, exploração e aprendizado, sendo uma atividade muito importante no crescimento pessoal das crianças.

20/02/2024 • 3 min

A sociabilidade e as brincadeiras na infância

A sociabilidade e as brincadeiras na infância

O processo de socialização

Desde o nascimento, o ser humano é exposto a vários aspectos culturais que influenciam a sociabilidade de uma criança. Com o passar dos anos, as suas experiências vividas, as relações sociais com outras pessoas de idades diferentes e que vivem um outro modo de vida, faz com que a criança desenvolva sua personalidade e molda seu comportamento social.

Para que esse processo de socialização seja desenvolvido de forma natural e saudável, é primordial o acompanhamento familiar de forma a acompanhar o processo evolutivo e orientar ao boas e más influências na criação de novos hábitos.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Se tratando de processo evolutivo, que se estenderá no decorrer dos anos, a infância tem um papel fundamental no desenvolvimento social. Porém, no nosso cotidiano, há diversos fatores tecnológicos que influenciam na formação social, e o acompanhamento dos pais se torna fundamental para a socialização infantil.

Influência social

Diversos fatores influenciam e ajudam a formar nossa identidade cultural perante a sociedade, como, por exemplo, a cidade em que vive, os parentes próximos, os colegas de escola e o modo de entretenimento.

Com isso, a interação com outras crianças auxilia no desenvolvimento social. Outras vantagens desse convívio são o aprimoramento da comunicação, o raciocínio lógico, a coordenação motora e a solidariedade.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Relação familiar

Além do convívio com outras crianças, a relação familiar é fundamental para a criança. É neste convívio que os valores, as crenças e os entendimentos mundanos são desenvolvidos.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

As interações sociais cooperativas e construtivas buscam auxiliar no aprendizado de habilidades e conteúdo, bem como ferramentas de desenvolvimento moral.

De acordo com Veloso, Hildebrand e Camponar (2012) existem duas formas de influenciar, diretamente ou indiretamente. A primeira é “por meio da comunicação, quando os pais conversam com as crianças e passam ensinamento ou conversam sobre algum tema relevante no processo de socialização”.

E o processo indireto é por meio da observação, no qual as crianças observam o comportamento daqueles que lhes servem como modelo.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

A importância de brincar

Para pensadores como Vygotsky e Piaget, o ato de brincar auxilia no desenvolvimento de diversas habilidades e a sociabilidade é uma delas. É na brincadeira que elas tomam as decisões por conta própria, exploram um mundo novo, e têm seus sentimentos aflorados na pele.

Sociabilidade e o brincar na infância | Rubber Brasil

Assim, a simples brincadeira se torna um momento de divertimento, exploração e aprendizado, sendo uma atividade muito importante no crescimento pessoal das crianças.

Para conhecer um pouco mais sobre os benefícios de um playground infantil, acesse nosso blog e confira outros conteúdos!

plugins premium WordPress